OPINIÃO DO CARLÃO

FLÁVIO DINO , COLHENDO A TEMPESTADE QUE PLANTOU

O ex-governador Flávio Dino caminha para ser o primeiro ex-governador do Maranhão a ser derrotado para o Senado após deixar o mandato.

A sua candidatura entrou no estado “PICOLÉ FORA DA GELADEIRA” , derretendo.

E por que isto está acontecendo?

É resultado do seu estilo político individual, monárquico e autoritário.

Flávio Dino governou o Maranhão por sete anos e três meses, achando que o seu mandato duraria 70 anos.

Não criou relações políticas, isolou os Prefeitos, não deixando os mesmos executarem as obras do Estado e os isolando nos seus municípios.

Tratou Deputados a pão e água.

Hoje, sem a caneta de Governador e sem as garras afiadas dos Leões, pagará um preço alto por ter achado que era Rei.

Deputados e Prefeitos se afastam da sua candidatura ao Senado.

Os Marqueteiros já aconselham o seu ungido, Governador Tampão, Carlos Brandão, a se afastar do mesmo , sob o risco de fracassar na sua tentativa a reeleição.

Ou seja, Dino é um fardo político que hoje pesa mais que o seu peso físico.

Como Governador fracassou .

Usou um estilo contraditório de dizer uma coisa e fazer outra:

disse que tiraria o Maranhão da pobreza e o transformou no Estado mais pobre do Brasil, com o maior número de miseráveis, pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza, tendo 08 dos 10 municípios mais pobres do País.

Nas contradições “menores”,

prometeu que os Professores maranhenses seriam os melhores remunerados do Brasil e enquanto o Governo Federal deu um reajuste para os Professores de 33 por cento e a maioria dos municípios maranhenses deu 35 por cento, Flávio Dino, deu 08 por cento de aumento;

Condenou o uso de aeronaves por políticos de governos passados, e ele em dois anos gastou 40 milhões de reais em fretes de aviões;

Condenou o uso por ex-governadores de seguranças do Estado e ele , hoje ex-governador, anda com um mini quartel da Polícia Militar do Estado fazendo a sua segurança pessoal às custas do contribuinte;

Prometeu que ligaria os municípios de São José de Ribamar e Icatu por Ferry Boat, não o fez e ainda acabou com este transporte marítimo que liga São Luis à Região da Baixada, isolando 23 municípios e mais de 500 mil habitantes.

São tantas as contradições de Flávio Dino entre o que ele promete e o que ele faz, que os políticos dizem que o mesmo prometeu aos maranhenses ESPERANÇA e entregou aos mesmos PESADELO.

Agora a conta será cobrada pelos políticos e pelos eleitores, provavelmente , tirando do Comunista o MANDATO DE SENADOR.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Carlos Humberto, Carlão, é Radialista, Apresentador de TV, Escritor, membro da ABELA – Academia Bernardense de Letras e Artes, Presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de São Bernardo, Diretor da TV Difusora/SBT de Barra do Corda e Secretário de Comunicação e Cultura de São Bernardo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: