“Farra das Passagens”: Brandão e colegas foram alvo em ação do MPF, que apontou desvios de R$ 50 Milhões

Brandão e colegas foram alvos do MPF, no caso da “Farra das Passagens Aéreas – órgão pede a devolução de R$ 50 Milhões em ressarcimento ao erário público

Brandão era deputado federal pelo PSDB, quando surgiu o escândalo

Entre os anos de 2007 e 2008, explodiu um escândalo com deputados e senadores usavam verbas do Congresso para custear viagens a lazer, para namoradas, familiares, funcionários e aliados, que voaram pelo Brasil e pelo mundo com dinheiro público – o caso ficou conhecido como a “Farra das Passagens Aéreas”.  

O então deputado federal, Carlos Orleans Brandão Júnior, hoje, vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão foi um dos cerca de 100 parlamentares que foram alvo do Ministério Público Federal e denunciados, como mostrou a matéria da Revista Isto é – Brandão e demais deputados  foram denunciados pelo crime de Peculato, por terem utilizado indevidamente, passagens aéreas para parentes, namoradas, amigos e aliados políticos.

Em 2009, o Congresso em Foco revelou que deputados e senadores gastaram muito dinheiro no esquema. Até 2016, três legislaturas depois da descoberta do esquema, mais de 400 políticos foram denunciados pelas irregularidades, cometidas entre 2007 e 2008. Ao todo, foram 558 políticos implicados no caso, dos quais o Ministério Público cobra cerca de R$ 50 milhões em ressarcimentos e multas. 

A nossa equipe de investigação realiza levantamentos para chegar até quanto, em valores R$, Brandão gastou na farra das passagens aéreas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: